14 agosto 2012

A dívida da promotora do Parque Alqueva ascende a 54 milhões de euros

As dívidas das sociedades responsáveis pelo Parque Alqueva, que entraram esta semana com um processo de insolvência, ascendem as 54 milhões de euros.

Veja também Desacelaração das exportações chinesas

13 agosto 2012

Desacelaração das exportações chinesas

O forte abrandamento das exportações chinesas, que cresceram em julho ao menor ritmo dos últimos seis meses, a reação do mercado acabou por se revelar negativa, com os principais mercados accionistas asiáticos a registarem quedas, ainda que reduzidas.

Veja também Multa para banco inglês

08 agosto 2012

Multa para banco inglês

Standard Chartered afunda 19% após acusação de transacções com o Irão. Os analistas estimam que o banco britânico pode ser obrigado a pagar uma multa de 55 mil milhões de dólares.

Veja também Apple deixa youtube

Apple deixa YouTube

Os equipamentos da Apple vão deixar de ter a aplicação do YouTube. As próximas versoes do iPhone e iPad deixarão de incluir o YouTube nas aplicações que são instaladas de origem.

Falta saber se poderão ser instaladas após compra.

Veja também Economia italiana contrai

Economia italiana contrai

Economia italiana contrai pelo quarto trimestre consecutivo. O produto interno bruto (PIB) italiano voltou a cair no segundo trimestre do ano. Face ao período homólogo, a economia está a contrair 2,5%.

07 agosto 2012

O risco de crédito aumenta em Itália

S&P corta "rating" de 15 bancos de Itália. A agência de notação financeira considera que a vulnerabilidade da banca italiana ao risco do crédito está a aumentar.

Veja também O BCE permitiu empréstimos suplementares à Grécia

O BCE permitiu empréstimos suplementares e impediu a falência da Grécia

O Banco Central Europeu (BCE) evitou provisoriamente a falência da Grécia garantindo que o banco central do país avançasse com empréstimos suplementares, escreve hoje o diário alemão Die Welt. No entanto é crucial que o país como um todo tome a sua própria decisão, caso contrário, não existe compromisso.

Veja também Itália ainda não pediu apoio financeiro

Itália ainda não pediu o apoio financeiro

O presidente francês, François Hollande, estará a pressionar Itália para que o país avance com um pedido de apoio financeiro, através dos fundos de resgate da Europa. A notícia é avançada pelo jornal italiano "La Republica", que sublinha que Mario Monti não gosta dessa ideia. O efeito em cadeia continua.

Veja também O financiamento do BCE não está a chegar à economia

O financiamento do BCE não está a chegar à economia real

A autoridade monetária está a analisar formas para que os financiamentos a baixo custo feitos à banca cheguem às famílias e empresas, pois se estas não forem devidamente reanimadas, a economia nacional não recupera.

Veja também Grécia e troika concordam que é necessário reforçar a economia

Grécia e troika concordam que é necessário reforçar política económica

A Grécia e a troika concordaram acerca da necessidade de ser reforçado o esforço da política económica para que seja possível ao país atingir as metas a que se propôs e cumprir o acordado. Vai resistir?

03 agosto 2012

Marraquexe - o Futuro


Muita coisa mudou em Marraquexe na última década. O trânsito ficou ordenado e as regras, tanto de trânsito como de higiene e saúde pública, alteraram-se. E não apenas por causa dos estrangeiros residentes. 

Os marroquinos estão de braços abertos para o progresso e interiorizam tudo rapidamente. Apesar de Marrocos depender essencialmente da agricultura  (tem cerca de 8,5 milhões de hectares de terra arável), o turismo é uma fonte de receitas com tendência para aumentar.  

Marraquexe - a Cidade Nova


No entanto, há uma Cidade Nova na velha Marraquexe, fora dos muros ocres da medina. As avenidas longas e retilineas revelam bairros modernos, com edifícios de arquitetura contemporânea, em betão, vidro e metal, esplanadas ao melhor estilo parisiense, cuidadas e selectas e lojas de marcas internacionais.

Esta cidade limpa, ordenada e climatizada cresce à volta do seu mais famoso jardim: o Majorelle - que, tal como os bairros Guéliz e Hivernage, nada tem de típico, nem traços árabe-andaluzes.
Transformado em ícone da cidade, foi mandado construir na década de 1930 por Jacques Majorelle, pintor francês que se apaixonou por Marrocos e mais tarde adquirido por Yves Saint Laurent e pelo seu sócio e companheiro Pierre Bergé. Por outro lado, Guéliz e Hivernage, habitados sobretudo por franceses reformados, ingleses, árabes e outros estrangeiros abastados, simbolizam não apenas a globalização em marcha, mas um outro estatuto social, uma nova qualidade de vida a que os marroquinos também aspiram.


Marraquexe - Luxuosa e Elegante

Quem viaja com a expectativa de encontrar apenas extravagância e exotismo desengane-se. A cidade vermelha é mais sofisticada e cosmopolita do que os guias turísticos fazem parecer. É uma pérola. africana, discreta e sedutora. Jemaa el-Fna, uma das mais movimentadas praças africanas, à qual é impossível resistir. Quase tudo atrai o olhar e os sentidos: as cores e os perfumes da comida, os montes alinhados com frutos secos e citrinos, as flautas dos encantadores de serpentes, os macacos amestrados, os barbeiros, as quiromantes e os curandeiros ambulantes.

Pouco a pouco a confusão envolve-nos, num misto de estranheza e magnetismo. Por entre "derbs" - ruas estreitas e labirinticas da medina, partilhadas por traseuntes, motos, bicicletas e carrinhos de mão com diversos produtos para vender - e "souks" - mercados tradicionais, igualmente labirínticos, tão coloridos quanto barulhentos e perfumados - ficamos mais perto de um mundo milenar, de caravaneiros vindos de paragens longínquas e sultões, de palácios e mesquitas imponentes, de fontes e jardins imperiais.

Veja também a Marraquexe - o Futuro